segunda-feira, 16 de abril de 2012

A importância de harmonizar o corpo e a alma.

KABALAH DA SAÚDE PARTE II

A importância de harmonizar o corpo e a alma

Em nosso primeiro artigo citamos as palavras do Rambam que afirmam que; "A saúde corporal e o bem-estar são parte do caminho de D’us, uma vez que é praticamente impossível saber ou entender acerca do Criador, estando debilitado. É preciso, portanto, evitar qualquer coisa que possa prejudicar o corpo e cultivar hábitos saudáveis " ( Mishnê Torá, Hilkhot De'ot 4:1) .

Sendo assim, fica evidente que devemos despertar em nossa alma, hoje o desejo de preservar e condicionar nosso corpo a praticar aquilo que produz saúde e harmonia plena entre o corpo e a alma.

Sim, é necessário, harmonizar o corpo e a alma, compreendendo a função de cada órgão, mantendo-os saudáveis e conectados a sua fonte principal!

Rabi Chaim Vital (1542-1620), principal discípulo do Ari, explica a relação entre a alma e o corpo da seguinte forma:
"O corpo é uma peça em que a alma espiritual, que é o próprio homem, reveste-se durante a sua estada neste mundo. Assim como um alfaiate faz uma peça de roupa, D’us, criou vestes corporais....” (ver Ohalot 1:8 e Maccot 23b).

“Os membros da alma são então capazes de desempenhar as suas funções através de seus instrumentos, os membros do corpo, que são como um machado nas mãos da pessoa que deve usá-lo para cortar. Assim, os olhos e os ouvidos físicos enxergam e ouvem apenas quando a alma está neles, mas no momento em que a alma deixa o corpo, os olhos ficam escuros e todas as sensações e vitalidade se afasta dos membros e órgãos... Quando a vitalidade deixa o fluxo, e os canais, acontece a decadência do corpo que se decompõem...” ( Shaarey kedushá I: 1).

Nenhum comentário:

Postar um comentário