sábado, 11 de agosto de 2012

Televisão

O que os judeus religiosos têm contra a televisão? Vocês não estão um pouco fora da realidade? Como sabem o que está se passando no mundo sem uma TV em casa?


RESPOSTA:


Por Aron Moss
 
Eu diria que é o contrário – a TV isola você da realidade. Seja o que for que você esteja assistindo, notícias ou entretenimento, você está perdendo aquilo que está acontecendo no mundo real. O telejornal é uma distorção daquilo que está acontecendo na vida de outras pessoas, e o entretenimento é uma distração daquilo que está ocorrendo em sua vida. “TV Realidade” é um contra-senso.

O telejornal está simplesmente reportando os fatos – certo? Errado.

Está apenas reportando os fatos que são visualmente atraentes, que aumentam a audiência, combina com os preconceitos dos telespectadores (para não mencionar os proprietários da estação), e se encaixam em pequenos segmentos ordenados – como se nunca houvesse uma história complicada demais para noticiar em três minutos…

Porém não são apenas os noticiários que nos distanciam da realidade. Assim como os jornais na TV substituem os fatos por uma opinião arquitetada, o entretenimento na TV substitui a interação humana real com as fantasias de outras pessoas. Aqueles que passam horas assistindo a novelas estão perdendo dias de vida com sua própria família e amigos. As séries cômicas são alheias à hilaridade da vida diária. E os fãs grudados ao “Reality Show”” ficam cegos para a realidade que acontece em sua própria casa.

Não seria a TV a causa principal das crises de relacionamento que enfrentamos hoje? Além do tempo desperdiçado na frente do aparelho, há um efeito mais profundo que a mídia está causando em nossa geração de viciados em TV. Muitas pessoas estão reclamando que não conseguem encontrar alguém para amar. Ouvimos com freqüência: “Simplesmente não consigo encontrar a pessoa certa.” Bem, para uma batata de sofá, não admira que ninguém seja “a pessoa certa”. Quem pode competir com os personagens lindos, engraçados, interessantes e espirituosos que habitam as telas e preenchem suas mentes todas as noites? Não importa que seja tudo tramado, ensaiado e encenado. Quantas pessoas você conhece que se encaixam na estreita definição televisiva daquilo que é considerado atraente? É claro que no mundo real ninguém pode competir.

Pessoalmente, sinto-me mais ligado com a realidade sem uma TV. Talvez você não esteja pronto a jogar a sua pela janela. Porém pelo menos assegure que é você que controla a televisao, e não o contrário. Garanta que você não está perdendo relacionamentos verdadeiros em favor de amigos imaginários. A vida não foi feita para ser vivida somente durante os intervalos comerciais.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário