segunda-feira, 29 de abril de 2013

Qual é a visão no Tanakh de Morte e Vida Após a Morte?

Qual é a visão no Tanakh de Morte e Vida Após a Morte? por Melech ben Ya'aqov 27 de outubro de 2004

Traduzido por Aryeh Benyehuda Ben Ya’aqov 

Há um equívoco comum de que os Karaitas não acreditam em vida após a morte e na ressurreição dos mortos. Este equívoco vem principalmente das declarações feitas por Josefo a respeito dos saduceus (ie Antiguidades, Livro 18, capítulo 1, Secções 3-4), uma vez que os saduceus são considerados os ancestrais ideológicos dos Karaitas. Na verdade, muito pouco se sabe sobre os saduceus e seu sistema de crenças e é muito provável que as declarações feitas por Jospehus representam as opiniões de um determinado grupo de saduceus. De fato, seria difícil para um karaíta não acreditar em vida após a morte ou na ressurreição dos mortos, uma vez que o Tanakh está cheio de referências a ambos, incluindo uma declaração direta da ressurreição em Daniel 12:2. Deve-se notar que esta passagem está em contraste gritante com a doutrina da reencarnação, popular entre muitos rabinos, para a qual não há suporte qualquer suporte no Tanakh. Na verdade, o Tanakh implica exatamente o oposto em vários versos: que a vida que vivemos é a nossa única vida, para fazer vivê-la o melhor possível! Abaixo, eu compilei uma lista de fontes que lidam com a questão da vida após a morte e da ressurreição dos mortos. Deuteronômio 11:13 O Tanakh enfatiza recompensa e prazer neste mundo, não em vida após a morte. Os rabinos distorcem e exageram esta vida após a morte ("olam ha'ba") e suas recompensas e punições. E será que, se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar ao SENHOR vosso Deus, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma,
Então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite.
E darei erva no teu campo aos teus animais, e comerás, e fartar-te-ás.
Deuteronômio 11:13-15
Deuteronômio 18:10 No entanto, vemos a partir desse versículo que o Tanakh não acredita em vida após a morte. Veja também Levítico 20:27. Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem mago, nem bruxo, nem feiticeiro;
Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
Deuteronômio 18:10-11 __________________________________________ Quando uma pessoa morre nos Cinco Livros de Moisés, ele é "congregado ao seu povo". Aqui vemos a mesma frase usada por Abraão, Isaac, Jacó e Moisés. Ela também é usado para Ismael e Aharon. Gênesis 25:8 / Abraham (8) E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e cheio de dias, e foi congregado ao seu povo. Gênesis 35:29 / Isaac (29) E Isaque expirou, e morreu, e foi congregado ao seu povo, velho e cheio de dias, e Esav e Yaaqov, seus filhos, o sepultaram. Gênesis 49:33 / Yaaqov (33) Acabando, pois, Jacó de dar instruções a seus filhos, encolheu os pés na cama, e expirou, e foi congregado ao seu povo.
Números 27:13 / Moisés (13) E quando tu tiveres visto, também tu serás recolhido ao teu povo, como foi reunido Arão, teu irmão. __________________________________________ A frase similar ", ele dormiu com seus pais", é usado no resto do Tanakh.


É interessante notar que esta frase é usada tanto para bons reis quanto para ruins. Assim, o ponto de vista do Tanakh parece apontar para um pós vida amoral, em contraste com a doutrina rabínica em que o bom vai para o céu (olam ha'ba) e os maus vão para o inferno (Gehenom). Alguns exemplos da frase seguir.

I Reis 2:10 / David (10) E Davi dormiu com seus pais, e foi sepultado na cidade de David. I Reis 11:43 / Salomão (43) E Salomão dormiu com seus pais, e foi sepultado na cidade de Davi, seu pai, e Rehovam seu filho, reinou em seu lugar. I Reis 14:31 / Rehovam (31) E Rehovam dormiu com seus pais, e foi sepultado com seus pais na cidade de Davi, e o nome de sua mãe eraa Naama, a amonita. E Abias, seu filho, reinou em seu lugar. I Reis 15:24 / Asa (24) E Asa dormiu com seus pais, e foi sepultado com seus pais na cidade de Davi, seu pai, e Jeosafá, seu filho, reinou em seu lugar. I Reis 22:40 / Ahav (40) Assim Ahav dormiu com seus pais, e Acazias, seu filho, reinou em seu lugar. I Reis 22:51 / Josafá (51) E Jeosafá dormiu com seus pais, e foi sepultado com seus pais na cidade de Davi, seu pai, e Jorão seu filho, reinou em seu lugar. Segundo Reis 21:18 / Menashe (18) E Menashe dormiu com seus pais, e foi sepultado no jardim da sua casa, no jardim de Uzá, e Amom, seu filho, reinou em seu lugar. __________________________________________ A "história" da morte na Torá.
Gênesis 3:19 A morte é introduzida pela primeira vez no mundo como conseqüência do pecado. É um estado anti natural. (19) No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado, porque tu és pó, e ao pó te tornarás ". Gênesis 6:3 A vida do homem é encurtada devido, aparentemente, por continuar no pecado. (3) E YHWH disse: "Meu espírito não permanecerá para sempre no homem, porquanto ele é carne, pois, que seus dias serão cento e vinte anos." Isaías 25:6 A morte acabará por ser desfeita. E o YHWH dos Exércitos dará neste monte a todos os povos uma festa com animais gordos, uma festa de vinhos velhos, com tutanos gordos, e com vinhos velhos, bem purificados.
E destruirá neste monte a face da cobertura, com que todos os povos andam cobertos, e o véu com que todas as nações se cobrem.
Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o YHWH Eloheinu as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque o YHWH o disse.
E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Elohim, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o YHWH, a quem aguardávamos; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos.
Isaías 25:6-9 __________________________________________ Sheol, o poço da morte, é o lugar onde todos, bons ou maus, vão quando morrem. Lá, os seres humanos falecidos existem como um fio de energia psíquica conhecido como "Rephaim", livremente traduzido como fantasmas.


Gênesis 37:35 Primeira menção de sheol na Torá. (35) E todos os seus filhos e todas as suas filhas levantaram-se para consolá-lo, mas ele recusou ser consolado, e disse: 'Não, mas com choro vou descer à sepultura (sheol) para o meu filho . E seu pai chorou por ele. Números 16:29 A história de Corá e a sua congregação. (29) Se estes homens morrerem como morrem todos os homens, e forem visitados como são visitados todos os homens, então YHWH vos não me enviou. (30) Mas, se YHWH fazer uma coisa nova, e a terra abrir a sua boca e os tragar com tudo o que pertencer-lhes, e eles descerem vivos para a cova (Seol), então conhecereis que estes homens têm a YHWH desprezado. Isaías 14:9 O mundo inferior (Sheol) desde o profundo se turbou por ti, para te sair ao encontro na tua vinda; despertou por ti os mortos, e todos os chefes da terra, e fez levantar dos seus tronos a todos os reis das nações.
Salmos 141:7
Os nossos ossos são espalhados à boca da sepultura (Sheol) como se alguém fendera e partira lenha na terra.
__________________________________________ O "rephaim" ou, literalmente, "os impotentes" são os habitantes do Sheol . Salmos 88:11
Mostrarás, tu, maravilhas aos mortos, ou as sombras (rephaim) se levantarão e te louvarão? (Selá.)
Salmos 88:10 ( Na tradução JFA) Provérbios 9:18 (18) Mas ele não sabe que as sombras (rephaim) estão lá, que os seus convidados estão nas profundezas do Seol (sheol). __________________________________________ A fascinante passagem do reino do Sheol no Tanakh é a história do rei Saul e a Ov ( Feiticeira ) de Ein Dor. Isso prova sem dúvida que, na visão Tanakh, existe um estado de pós morte, mas em um estado reduzido ou estado de repouso. I Samuel 28:7 Então disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de feiticeira, para que vá a ela, e consulte por ela. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher que tem o espírito de adivinhar.
E Saul se disfarçou, e vestiu outras roupas, e foi ele com dois homens, e de noite chegaram à mulher; e disse: Peço-te que me adivinhes pelo espírito de feiticeira, e me faças subir a quem eu te disser.
Então a mulher lhe disse: Eis aqui tu sabes o que Saul fez, como tem destruído da terra os adivinhos e os encantadores; por que, pois, me armas um laço à minha vida, para me fazeres morrer?
Então Saul lhe jurou por YHWH, dizendo: Vive YHWH, que nenhum mal te sobrevirá por isso.
A mulher então lhe disse: A quem te farei subir? E disse ele: Faze-me subir a Samuel.
Vendo, pois, a mulher a Samuel, gritou com alta voz, e falou a Saul, dizendo: Por que me tens enganado? Pois tu mesmo és Saul.
E o rei lhe disse: Não temas; que é que vês? Então a mulher disse a Saul: Vejo elohim que sobem da terra.
E lhe disse: Como é a sua figura? E disse ela: Vem subindo um homem ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e se prostrou.
Samuel disse a Saul: Por que me inquietaste, fazendo-me subir? Então disse Saul: Mui angustiado estou, porque os filisteus guerreiam contra mim, e Elohim se tem desviado de mim, e não me responde mais, nem pelo ministério dos profetas, nem por sonhos; por isso te chamei a ti, para que me faças saber o que hei de fazer.
1 Samuel 28:7-15
__________________________________________ A visão judaica do pós vida por Simcha Paul Raphael, p. 56 Na visão Tanakh, vida e morte não são absolutos e irreversíveis. "A morte não foi concebido como uma aniquilação completa, o término da existência, mas sim como uma diminuição de energia. Vida e morte eram vistos como pólos de um continuum de energia vital. Na vida, a energia, ou nefesh, era dinamicamente presente, na doença, ele estava enfraquecido, e na morte, houve uma perda máxima de vitalidade ". __________________________________________
A filosofia de Koheleth (Eclesiastes ') da morte. A. Amoralidade da morte / vida após a morte Koheleth 2:15 (15) Assim eu disse no meu coração: Como acontece ao tolo, assim que isso vai acontecer até mesmo a mim, e por que eu estava, então, mais sábio? Então eu disse no meu coração que também isto é vaidade. (16) Pois do sábio, bem como do estulto, a memória não durará para sempre, visto que nos dias que virão todo tempo passado é esquecido. E como deve o homem sábio morrer assim como o tolo! Koheleth 9:02 (2) Tudo sucede igualmente a todos, não é um evento para os justos e os ímpios, ao bom e ao puro e ao impuro;ao que Lhe dá os sacrifícios, e ao que não Lhe sacrifíca ,como é com o bom, assim é com o pecador, e aquele que jura como ao que teme o juramento. B. A dualidade do corpo / alma Koheleth 3:21 Quem sabe que o fôlego do homem vai para cima, e que o fôlego dos animais vai para baixo da terra

Koheleth 12:7
E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu. C. Não há reencarnação (que não deve ser confundida com a ressurreição) Koheleth 9:06
Também o seu amor, o seu ódio, e a sua inveja já pereceram, e já não têm parte alguma para sempre, em coisa alguma do que se faz debaixo do sol.

Koheleth 9:10
Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma.
D. Juízo Koheleth 12:13 Koheleth passa boa parte de seu discurso lamentando a falta de justiça neste mundo, portanto, o julgamento, ele fala sobre, aparentemente, ocorre no momento da ressurreição. (Veja Daniel 0:02).
De tudo o que se tem ouvido, a finalidade é: Teme a Elohim, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.
PorqueElohim há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.
Eclesiastes 12:13-14 __________________________________________ Ressurreição Ezequiel 37 A profecia dos ossos secos. Há muita discussão sobre se estes versos serem tratados de forma literal ou entendidos como uma metáfora para a Casa de Israel. Certamente há uma metáfora aqui, mas observe os versículos 12 a 14, que podem muito bem serem interpretados de forma literal.
Ezequiel 37: 1-14 Veio sobre mim a mão de YHWH, e ele me fez sair no Espírito de YHWH, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos. E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: YHWH Eloheinu, tu o sabes. Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra de YHWH. Assim diz o YHWH Eloheinu a estes ossos: Eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou YHWH. Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito. E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o YHWH Elohim: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo. Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que dizem: Os nossos ossos se secaram, e pereceu a nossa esperança; nós mesmos estamos cortados.
Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o YHWH Elohim: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.
E sabereis que eu sou YHWH, quando eu abrir os vossos sepulcros, e vos fizer subir das vossas sepulturas, ó povo meu. E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, YHWH, disse isto, e o fiz, diz YHWH.


Declarações mais explícitas da ressurreição e o fim da morte.

A morte é um estado anti-natural, para começar, só caiu sobre nós devido ao pecado. Assim, as pessoas realmente não morrem, no sentido de deixar de existir, mas elas "dormem no pó", como "Rapha", aguardando a ressurreição. Embora a morte exista, a alma e a existência, estando ligado diretamente a Yehowah, são eternas e indestrutíveis. O cumprimento da missão da humanidade sobre a terra parece ser um retorno ao "Jardim do Éden", em que a morte o tempo vai serão erradicados. Isaías 26:19 Os teus mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho será como o orvalho das ervas, e a terra lançará de si os mortos.
Isaías 26:19
Isaías 25:6-8 E YHWH dos Exércitos dará neste monte a todos os povos uma festa com animais gordos, uma festa de vinhos velhos, com tutanos gordos, e com vinhos velhos, bem purificados.
E destruirá neste monte a face da cobertura, com que todos os povos andam cobertos, e o véu com que todas as nações se cobrem.
Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará YHWH Elohim as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque YHWH o disse.

Daniel 12:2-3 A declaração mais explícita da ressurreição no Tanakh.
E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.

__________________________________________ Conclusão - O sistema inteiro em poucas palavras: 1.Terra-universo. criação 2. Vida Eterna dada em Gan Eden 3.Pecado - a morte como maldição 4.Vida encurtada para 120 anos 5.Perssoa morre, desce ao Sheol para dormir como refaim com parentes aguardando a geração da ressurreição 6. Últimos dias (por vir) - mortos ressuscitam 7.Mundo re-entra em perfeito estado de volta ao Gan Eden sem morte 8.Terra- universo destruído

Nenhum comentário:

Postar um comentário