terça-feira, 7 de maio de 2013

O Zohar é a fonte PLENA da sabedoria espiritual que foi revelada a Moisés!


É uma espécie de chave, para “decodificador” a “Bíblia”, nos momentos decisivos antes da vinda de Mashiach.

Mas não é uma novidade religiosa! A tradição cabalística fazia parte da Torá recebida por Moshe (Moisés) no Monte Sinai. Nas primeiras gerações após a Torá ser dada, a Cabalá foi discutida apenas através de alegoria e parábola, que disfarçou os segredos ocultos da Torá e os protegeu de serem utilizadas pelos indignos.

Para aqueles que não alcançaram nenhum nível espiritual, o Zohar pode parecer apenas uma compilação de alegorias e lendas que podem ser interpretadas e percebidas distintamente por cada individuo. Mas para aqueles que já alcançaram níveis espírituais, ou seja Cabalistas, o Zohar é um guia prático para levar a cabo as ações internas com o propósito de descobrir estados de percepção e de sensação mais profundos e elevados.

É a ferramenta a ser usada pelo Mashiach, no processo final aonde as almas alcançarão aquilo que os Cabalistas chamam de “o final da correção”, o mais alto nível espiritual.

Sua estrutura está sob a forma de comentário relacionada à porção semanal da Torá. Porém o Zohar declara, “Coitado daqueles que enxergam a Torá nada mais do que como simples narrativas e palavras comuns.”

Os mestres da Cabalá explicaram que o Zohar leva Israel e a humanidade as dimensões interiores da Torá, refletindo a progressão rumo a era messiânica, quando “A terra ficará repleta da sabedoria de D’us, como as águas encobrem o mar” (Yeshayáhu 11:9).

O próprio Zôhar declara: “Com este livro Israel será misericordiosamente redimido.”

Rabi Nachman afirmou que através do Zohar Israel sairá do exílio!

Não podemos compreender ainda o poder do Zohar e todo seu potencial!

Mas podemos desfrutar de sua doçura através dos ensinamentos daquelas almas sagradas que foram enviadas a este mundo para trazer a Luz Divina sobre as nossas almas, sobre tudo através do Rebe Nachman de Breslev, que seu mérito nos proteja!

Nenhum comentário:

Postar um comentário