terça-feira, 11 de junho de 2013

FLORES EM NOSSAS VIDAS


 

Orquídeas que se desabrocharam,
Anos que se foram e não mais voltarão,
Lembranças que no passado ficaram,
Saudades que no futuro permanecerão...

Rosas nas manhãs de setembro,
Orvalhos em labirintos de solidões,
Emoções vividas e jogadas ao vento,
Espinhos cravejados em nossos corações...


Flores que cultivamos pela vida afora,
Flores que testemunharam o triste Adeus,
Flores que murcharam quando foi embora,
Flores que jogaram por terra os sonhos meus...

Onde andará a mais bela flor do meu jardim?
Onde estará a rosa mulher que tanto me marcou?
Onde andará a orquídea que não quer se desenraizar de mim?
Onde encontrarei a felicidade, se contigo, pra bem longe a levou?

 Moacir S. Papacosta:

Nenhum comentário:

Postar um comentário