quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Feriado e Costumes Judaicos.


Hoje à noite, Shemini Atzeret e amanhã à noite Simchat Torá, dançamos com a Torá. Aparentemente, tanto o feriado e o costume parecem fora de lugar! A Torá nos foi dada em Shavuot há alguns meses. Por que comemorarmos Simchat Torá agora? Concluímos a leitura de toda a Torá e a recomeçamos novamente em Simchat Torá. Mas por que não fazer isso em Shavuot ? Além disso, por que nos alegramos em dançar com a Torá? A Torá existe para que a estudemos. Por que não nos alegramos em estudá-la a noite toda?
Quando a Torá nos foi dada pela primeira vez, Moshé as quebrou. Posteriormente, ele implorou que Hashem perdoasse o povo judeu pelo pecado do bezerro de ouro. No Yom Kippur, Hashem nos perdoou totalmente e Moshé voltou pela segunda vez com as Tábuas. Junto com estas, foi nos dada uma visão muito mais profunda da Torá. A partir deste momento, passamos a celebrar Simchat Torá quando concluímos o seu ciclo de leitura e o recomeçamos a partir de Bereshit. Na verdade, Yom Kippur deveria ser a legítima comemoração de Simchat Torá, mas como é um dia de jejum e expiação , a celebração vem logo em seguida.
A nossa conexão com D's se estabelece através da Torá em diferentes níveis. Nossas mentes estão ligadas à vontade de Hashem pelo estudo da Torá. Este é o vínculo que faz com que celebremos Simchat Torá. Alegramo-nos com todo o nosso ser que se expressa através da dança . Ao dançarmos nos tornamos todos iguais pois a essência de cada judeu é a essência da Torá.
Durante a guerra do Yom Kippur , o Rebe levantou a questão de como poderíamos nos alegrar enquanto nossos irmãos estavam em perigo? Ele explicou que estando no “tempo” da Torá, a nossa alegria traria a proteção de D's aos judeus em Israel. A alegria é sempre uma embarcação para bênçãos e proteções , seja contra o mal ou o sustento e bem-estar. Isto é especialmente verdadeiro em tempos difíceis, quando a alegria traduz a nossa expressão de fé e a esperança de que tudo ficará bem.
Neste Shabat abençoamos o mês de Cheshvan e lemos a parashá Bereshit , a narrativa da criação. Sendo este o primeiro Shabat regular do ano, e a primeira parashá da Torá e da história da criação, a forma como nos conduzimos neste Shabat nos dará a diretriz para todo o ano. Ao entrarmos neste Shabat imediatamente após os dois dias de alegria com a Torá, o fazemos com um imenso potencial para que tenhamos um ano alegre e festivo.
Chag Sameach e Shabat Shalom.

Acendimento das velas:

Shemini Atseret (hoje à noite)

RJ - 17h29
SP - 17h45

Simchat Torá (amanhã à noite)

RJ - após 18h23 (com uma pré-chama)
SP - após 18h37 (com uma pré-chama)

Shabat

RJ - às 17h29 (com uma pré-chama)
SP - às 17h46 (com uma pré-chama)

Avdalá (após o Shabat)

RJ - após 18h24
SP - após 18h38


Parashá - Bereshit

Nenhum comentário:

Postar um comentário