terça-feira, 26 de novembro de 2013

Beijos- de Chanucá.

Ingredientes
  • 3 ovos
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 3 a 4 xícaras (chá) de farinha de trigo até dar ponto
Preparo
Misturar tudo e amassar. Fazer bolinhas de 4 cm de diâmetro. Fritar em bastante óleo bem quente.
Ingredientes da Calda
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1 xícara (chá) de leite
Preparo
Ferver tudo. Mergulhar cada bolinha nessa calda.
Cobertura
  • 200 g de coco ralado
Preparo
Depois de mergulhada na calda, passe cada bolinha no coco.
Rendimento: 40 bolinhas

Como Acender a Chanukiyá.

26-11-2013.
23-kislev-5774.
Uma Chanukiyá tem oito braços numa fila reta de igual altura. O shamash (vela auxiliar), usado para acender a Chanukiyá, é colocado mais alto ou à parte das outras. Uma Chanukiyá que funcione com eletricidade pode ser usada como decoração de Chanucá, mas não cumpre a mitsvá (conexão com D’us) de acendimento da Chanukiyá.
Parte da mitsvá de Chanucá é a divulgação do milagre de Chanucá, portanto colocamos a Chanukiyá no batente oposto à mezuzá, ou numa janela, claramente visível do lado de fora. Velas podem ser usadas, mas devido ao seu papel no milagre de Chanucá, uma Chanukiyá com azeite é especialmente significativa.
Na primeira noite de Chanucá, reúna a família para o acendimento da Chanukiyá. Antes de acender, recite a bênção apropriada. Utilize o shamash para acender a primeira vela, no extremo direito da Chanukiyá.

Na segunda noite, acenda uma vela adicional à esquerda da vela acesa na noite anterior. Repita o mesmo processo a cada noite de Chanucá, onde a vela a ser acesa é sempre a nova, procedendo da esquerda para a direita. As velas devem arder durante pelo menos meia hora.
Se uma vela apagar durante o período em que deveria estar ardendo, deve ser reacendida. Na noite seguinte, os pavios e o azeite restantes podem ser reaproveitados.
A luz da chanukiyá é sagrada e não pode ser utilizada para outro fim, como leitura ou trabalho.
Acendimento na véspera e após o Shabat
Na tarde de sexta-feira, acendemos as velas de Chanucá pouco antes das velas de Shabat. (No Shabat, o sagrado dia de repouso, é proibido acender uma chama). A chanukiyá não pode ser tocada ou removida depois de seu acendimento na sexta-feira até sábado após o anoitecer. No sábado, as velas de Chanucá somente são acesas após o final do Shabat, depois que a prece de Havdalá é recitada.
Luzes, velas, ação!
Primeiro, acende-se o shamash, depois pronuncia-se as seguintes bênçãos:
1. Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, asher kideshánu bemitsvotav, vetsivánu lehadlic ner Chanucá.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos, e nos ordenou acender a vela de Chanucá.
2. Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, sheassá nissim laavotênu, bayamim hahêm, bizman hazê.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que fez milagres para nossos antepassados, naqueles dias, nesta época.
Na primeira noite ou pela primeira vez, acrescenta-se:
Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech Haolam, shehecheyánu vekiyemánu vehiguiyánu lizman hazê.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D'us, Rei do Universo, que nos deu vida, nos manteve e nos fez chegar até a presente época.
Em seguida, acendem-se as velas da chanukiyá com o shamash, da esquerda para a direita. Após acender as velas, coloca-se o shamash à esquerda da chanukiyá de modo que fique mais alto do que as chamas da chanukiyá, e recita-se:

Hanerot halálu ánu madlikin al hateshuot, veal hanissim, veal haniflaot, sheassíta laavotênu, bayamim hahêm, bizman hazê, al yedê cohanêcha hakedoshim. Vechol shemonat yemê Chanucá, hanerot halálu côdesh hem, veen lánu reshut lehishtamesh bahen, êla lir'otan bilvad, kedê lehodot ul'halel leshimechá hagadol, al nissêcha, veal nifleotêcha, veal yeshuotêcha.
Nós acendemos estas luzes em virtude das redenções, milagres e feitos maravilhosos que realizaste para nossos antepassados, naqueles dias, nesta época, por intermédio de Teus sagrados sacerdotes. Durante todos os oito dias de Chanucá, estas luzes são sagradas, e não nos é permitido fazer qualquer uso delas, apenas mirá-las, a fim de que possamos agradecer e louvar Teu grande nome, por Teus milagres, Teus feitos maravilhosos e Tuas salvações.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

25 de novembro – Dia Internacional de combate a Violência contra a Mulher.

QUEM BATE EM MULHER, MACHUCA A FAMÍLIA INTEIRA.


A violência doméstica faz muitas vítimas. Quando uma mulher é agredida, ela sofre, os filhos sofrem.
A insegurança e o medo atingem a todos. Pense nisto!


MAPA DA VIOLÊNCIA 2012

- De 1980 a 2010, foram assassinadas no país perto de 91 mil mulheres no Brasil, 43,5 mil só na última década. O número de mortes nesses 30 anos passou de 1.353 para 4.297, o que representa um aumento de 217,6% – mais que triplicando – nos quantitativos de mulheres vítimas de assassinato.
- Seis em cada 10 brasileiros conhecem alguma mulher que foi vítima de violência doméstica.
- Machismo (46%) e alcoolismo (31%) são apontados como principais fatores que contribuem para a violência.
- 94% conhecem a Lei Maria da Penha, mas apenas 13% sabem seu conteúdo. A maioria das pessoas (60%) pensa que, ao ser denunciado, o agressor vai preso.
- 52% acham que juízes e policiais desqualificam o problema.
- O medo continua sendo a razão principal (68%) para evitar a denúncia dos agressores. Em 66% dos casos, os responsáveis pelas agressões foram os maridos ou companheiros.

Fontes: Site Instituto Patrícia Galvão/Imagem—Google/ Instituto Sangari

O QUE É VIOLÊNCIA DOMÉSTICA?


Lei Maria da Penha—nº11.340/2006(DAS FORMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A MULHER)

Art. 7o São formas de violência doméstica e familiar contra a mulher, entre outras:
 I – a violência física, entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde corporal;

II – a violência psicológica, entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da auto-estima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação;

III – a violência sexual, entendida como qualquer conduta que a constranja a presenciar, a manter ou a participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força; que a induza a comercializar ou a utilizar, de qualquer modo, a sua sexualidade, que a impeça de usar qualquer método contraceptivo ou que a force ao matrimônio, à gravidez, ao aborto ou à prostituição, mediante coação, chantagem, suborno ou manipulação; ou que limite ou anule o exercício de seus direitos sexuais e reprodutivos;

IV – a violência patrimonial, entendida como qualquer conduta que configure retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos, instrumentos de trabalho, documentos pessoais, bens, valores e direitos ou recursos econômicos, incluindo os destinados a satisfazer suas necessidades;

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Psiu.....


Você mesmo, que está aí olhando...
Que tal uma paradinha para refletir... e refletir sobre você ...
Pensar em tudo de bom que existe aí dentro desse coração!
Saiba que você é uma pessoa maravilhosa, capaz de fazer muita coisa boa, útil e expressiva,
e que no seu coração estão guardadas coragem e confianças suficientes para realizar seus desejos.
Mas não se esqueça, de buscar em cada minuto de seus dias, motivos de alegria e esperança,
não se importando com as situações adversas que aparecem.
Você deve escolher ser feliz e tornar isso possível, com pensamentos positivos,
não perdendo nunca o entusiasmo pela vida e pelo amor, mas principalmente,
tendo a certeza de que D'us sempre abençoa quem ama e quem faz da vida um prazer.
Um dia maravilhoso com muita Paz para todos!

Vamos viver tudo que há pra viver ♪



Eu te desafio a reclamar menos do que não dá certo. E a sorrir a cada pequena conquista. A, ao invés de olhar sempre para a própria vida, virar um pouco a cabeça e enxergar o outro. A saborear cada passo e não te preocupar somente com a meta final. A, por mais que as coisas fiquem nebulosas, não endurecer. A entender que certos vazios fazem parte do processo. A não esquecer das delicadezas que importam tanto. A lembrar sempre que todo mundo tem uma força que só aparece na hora do aperto. E a se deixar enfraquecer às vezes. A ter consciência que ninguém está aqui por acaso e que precisamos ter objetivos concretos na vida. E a aceitar que nem sempre descobrimos quais são esses objetivos cedo. A nunca desistir de tentar e a não se esconder no primeiro não. A entender que sonhos são fundamentais para a nossa sanidade mental. E a não esquecer de quem nos acolhe.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Tehilim 100.2 - APRESENTAI-VOS COM CÂNTICOS DIANTE DELE E SERVI-O COM ALEGRIA.


Quando uma pessoa está triste, nega a unicidade de D’us. Nega que tudo é ligado e controlado pela Providência Divina. Os sábios declaram que uma pessoa enfurecida é considerada uma idólatra. Mas qual é a relação entre a fúria e a idolatria?
Enfurecer-se, é uma falta de controle de seus impulsos. Uma pessoa encolerizada nega que, tudo que acontece vem de D’us. A pessoa que tem a consciência da Providência Divina, não deixa espaço para a cólera, depressão ou a tristeza.

O Arizal, grande cabalista, diz que, segundo a Torá, as pessoas tristes serão submetidas a terríveis punições, "pois você não serviu a D’us com alegria e com o coração feliz" (Deuterônimo, 28:47). Isso quer dizer que faltou "simchá", alegria, ao serviço divino; as pessoas não o serviram com vitalidade e energia, nem com apego a D’us, resultado da alegria em servi-Lo. Quando uma pessoa é alegre e cheia de energia, é capaz de combater sua má inclinação, seu yetzer hará. Mas, quando a pessoa está triste, perde sua energia e mesmo sendo forte espiritualmente, o yetzer hará poderá facilmente dominá-la.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Sem amor eu nada seria.

Ainda que eu falasse a língua dos homens 
e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É só o amor, é só o amor;
Que conhece o que é verdade;
O amor é bom, não quer o mal;
Não sente inveja ou se envaidece.

O amor é o fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

Ainda que eu falasse a língua dos homens 
e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É um não contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É um estar-se preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É um ter com quem nos mata a lealdade;
Tão contrario a si é o mesmo amor.

Estou acordado e todos dormem todos dormem, todos dormem;
Agora vejo em parte, mas então veremos face a face.

É só o amor, é só o amor;
Que conhece o que é verdade.

Ainda que eu falasse a língua dos homens
e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

O tempo passa....

“O tempo passa. O fôlego retorna. Parece milagre, mas as sementes de cura começam a florescer nos mesmos jardins onde parecia que nenhuma outra flor brotaria. A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor, ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo. E ele chega...

(Mateus 6 24-33)



 «Ninguém pode servir a dois senhores; pois ou há de aborrecer a um e amar ao outro, ou há de unir-se a um e desprezar ao outro. Não podeis servir a D'us e às riquezas. Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos da vossa vida pelo que haveis de comer ou beber, nem do vosso corpo pelo que haveis de vestir; não é a vida mais que o alimento, e o corpo mais que o vestido? Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros, e vosso Pai celestial as alimenta; não valeis vós muito mais do que elas? Qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um cúbito à sua estatura? Por que andais ansiosos pelo que haveis de vestir? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam, contudo vos digo que nem Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles. Se D'us, pois, assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Assim não andeis ansiosos, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois os gentios é que procuram todas estas coisas); porque vosso Pai celestial sabe que precisais de todas elas. Mas buscai primeiramente o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.»:
 (Mateus 6 24-33)
 

domingo, 10 de novembro de 2013

O sentido da minha vida.

Nova Aliança SP: 05-11-2013.

“Eu sou feliz, por mais que não pareça, sempre guardo um restinho de felicidade. Não importando, se ela é de alguma lembrança ou pelo sorriso de alguém. Ser feliz, não é apenas ter o amor desejado, ser feliz é saber que cada momento da sua vida é importante.
Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje. Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.


Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança.

Não sigo o Judaísmo impulsionada por alguém,por ser viável para mim ou por me trazer algum benefício.Tenho o Judaísmo como fé por amor ao povo do Eterno,seus princípios e por ficar maravilhada todas as vezes que leio Sua Santa Torá''.


O Judaísmo é a "menina dos olhos de Hashem!" 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

A linguá é uma arma perigosa ....

Shalom shalom
- A linguá é uma arma perigosa ........ porém a má linguá , entrega o seu próprio condutor ....
Todah YHWH !!!
Tehilah 34:13 Diz
- 13 Resguarda a tua língua do que é mau, E teus lábios de falarem engano.
- Mishiley 15:04 Diz
- 4 A calma da língua é árvore de vida , mas a deturpação nela significa quebrantamento do espírito.
- Veja : Aqui se compará a Calma da Linguá como Árvore da Vida ( Etz Chaiym )
- Tehilah 39:01
- 39 Eu disse: “Vou vigiar os meus caminhos Para me guardar de pecar com a minha língua. Vou pôr uma mordaça como guarda à minha própria boca
Enquanto houver um iníquo na minha frente.