segunda-feira, 27 de outubro de 2014

O que sou eu afinal?

Ahh como sou tolo
feito de minha própria ironia,
fruto de meu próprio sofrimento.
Ahh um pobre poeta bucólico,
dos dias mais sombrios,
da era mais morta.
O que eu fui afinal?
simples retalhos
para assim, enfim enxugar suas lagrimas,
sujas de lama e medo.
Talvez eu deva parar na esquina,
sorrir e assobiar.
Mas tudo que consigo ver depois da curva
são as turvas ondas e seu ser
Eu devo estar morto,
Assim espero!
Enfim...
Chorar um medo já vencido é como negar a própria morte
Mas vamos, assim
talvez nos encontraremos quando refizermos nossos passos.
~Sir Gawain
O Portal dos medos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário