quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Mandamentos.

Todo homem, judeu ou não, tem mandamentos a cumprir; no caso do judeu são 613 mandamentos, dos quais alguns se aplicam somente a sacerdotes (cohanim), reis, e a terra de Israel, porém é adequado que saibamos todos; já o não judeu possui apenas as 7 leis Noeticas (Universais) e suas derivações.
Hoje é comum ouvirmos que as mitsvot outorgadas no Sinai são impossíveis de se cumprir e/ou que o Eterno mudou Sua Lei dando-nos uma "nova". Porém, o que as Escrituras dizem a respeito?
Para esta pergunta obtemos resposta em Devarim (Deuteronômio) 30: 10-16: "Por que este mandamento que te ordeno hoje não te é encoberto nem está longe de ti. Não está nos céus para dizeres 'Quem subirá por nós aos céus, para que o traga a nós e nos faça ouvi-lo para que o observemos?' Nem está no mar, para dizeres 'Quem passará por nós além do mar, para que o traga a nos e nos faça ouvi-lo, para que o observamos?' Pois isso está muito perto de ti, na tua boca e no teu coração, para que o observe." Ou seja, é um equívoco, para não dizer uma sandice, dizer que a Lei é impossível de se cumprir. Obviamente tais coisas só podem vir de quem não conhece a Torá e tampouco a ama e, por conseguinte, não ama ao Criador, pois na verdade Ele e Sua Torá estão "interligados". Quero ressaltar "em tua boca" e "em teu coracao": pois pra que a Lei esteja em "nossa boca" temos que conhecê-la à fundo, dominá-la; e amá-la, pra que esteja em "nosso coração".
O cumprimento dos mandamentos, além de expressarem nosso amor e submissão ao nosso Criador, servem para nos refinar e dominar nossos maus instintos. Se outrora não nos fosse dito o certo e o errado, o mundo seria um caos! Justiça, amor e é ética não passariam de "teorias". Pessoas matariam, estupraram e fariam toda sorte de maldade sem o mínimo sentimento de culpa (um caos muito além do que é hoje). Os mandamentos e a ética estão aqui para mostrar-nos o que devemos fazer ("mitsvot assê": mandamentos "faça") ou não ("mitsvot lô ta'assê": mandamentos "não faça"). Mesmo uma pessoa que cresceu em caminhos tortuosos, tendo maldade e egoísmo em seu coração desde a mais tenra idade, pode ter sua alma limpa desde que se dedique arduamente a prática das mitsvot - ainda que sem amor, pois a prática leva à perfeição, e todo homem foi feito à imagem e semelhança de seu Criador: não fisicamente na aparência humana, mas no quesito bondade, justiça, amor, misericórdia,... enfim, todos esses atributos "Divinos" são possíveis ao homem, desde que este queira. Possuímos uma faísca Divina que jamais se apaga e que está sempre ali pra ser reacesa, para que venhamos revelar a nossa imagem semelhante do criador.

Por Hannah Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário