quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Dança terapia para a alma.

A dança é mesmo uma forma de terapia.
Os benefícios da dança como uma atividade física são bem conhecidos: flexibilidade, melhora do condicionamento aeróbico, aprimoramento da coordenação motora e perda de peso, entre tantos outros. Mas pouco se fala da dança como uma terapia para a alma. Basta observar com um pouco mais de atenção para perceber que os resultados vão muito além do bem-estar físico. Socialização, combate à depressão e à timidez, alegria, auto-estima elevada e disposição para encarar as dificuldades do dia-a-dia são apenas algumas das transformações que se nota em quem se arrisca a adentrar o mágico mundo da dança. Mais do que técnica, é preciso sentimento – e isso o ser humano tem de sobra. Ao ensaiar os primeiros passos, a pessoa se desprende dos medos e preconceitos e vê seu estilo de vida ser transformado pouco a pouco.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Como Moshê ensinou a Tora ao povo judeu.

Como Moshê ensinou a Torá ao povo judeu?

Como o povo judeu aprendia as novas mitsvot de Moshê?

1 - Primeiro D'us ensinava a Moshê a mitsvá, ou várias mitsvot juntas.

2 - Então, o irmão de Moshê, Aharon, entrava na tenda de Moshê. Este ensinava a Aharon tudo que havia aprendido.

3 - Entravam os filhos de Aharon, El'azar e Itamar. Moshê lhes repetia a mitsvá. Ao mesmo tempo, Aharon, que estava ali sentado, escutava.

4 - Em seguida, entravam os setenta anciãos. Novamente Moshê repetia a mitsvá enquanto Aharon e seus filhos escutavam. Os anciãos se sentavam.

5 - Finalmente, todo o povo se reunia. Pela quarta vez, Moshê repetia o que havia escutado de D'us.

6 - Agora Moshê saía. Aharon se punha de pé e voltava a ensinar a mitsvá a todos os presentes, e depois saía.

7 - Então El'azar e Itamar repetiam a mitsvá em voz alta e saíam. Desta forma se ensinava a todo judeu a nova mitsvá quatro vezes.

Mais tarde, os judeus continuavam conversando sobre as mitsvot. Os anciãos tinham a tarefa de assegurar-se que todos e cada um compreendesse e conhecesse bem cada mitsvá.

Aprendemos daqui que não basta estudar os ensinamentos da Torá apenas uma vez. Para conhecer bem esses assuntos, é necessário repetir o estudo várias vezes.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Bereshit (Gênesis 2-24).

 "Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se à sua mulher, e assim serão como uma só carne."
                                                                          O casamento é mais do que um felizes para sempre. É uma vida inteira de começar uma família, em fase de transição,  amadurecer,  crescer para amar e confiar um no outro mais a cada dia, para completar um ao outro, cumplicidade, intimidade, não importa quantos anos se passaram. O casamento é ministério, e a nossa família deve estar em primeiro lugar nessa lista depois de D'us!!