terça-feira, 11 de outubro de 2016

Shemuel Alef


O profeta Shemuel recebeu uma ordem de D"us: ungir um rei para Israel que substituísse a Saul. Então, ele foi até a casa de Ishai, em Belém, para consagrar um dos filhos daquele homem. Quando estava no
lugar que D"us havia mostrado, Shemuel ficou impressionado com a aparência e o porte físico de um homem chamado Eliav e logo pensou: "Certamente está diante de mim o rei de Israel" (1 Shemuel 16: 6).
Na mesma hora, D"us chamou sua atenção e lhe advertiu: "Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o Senhor não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração" (1 Shemuel 16:7).
Shemuel quis ungir o novo rei de Israel apenas com seus olhos humanos, mas acabou sendo corrigido por D"us. Devemos entender que a nossa visão humana é muito limitada, mas a visão de D"us enxerga muito além, bem diferente de nós. Sendo assim, podemos afirmar que:
A visão de D"us vê o melhor em nós. Muitas pessoas se sentem fracas e incapazes, por isso não conseguem ser felizes. Um dos motivos que nos faz ter uma visão errada de nós mesmos é que temos muita facilidade em enxergar nossos defeitos, falhas e fracassos, e isso rouba a nossa alegria. Também temos uma visão errada das outras pessoas e acabamos julgando-as de acordo com suas limitações. Veja o caso de Moisés: sem-terra, fracassado, morava de favor na casa do sogro. Aos nossos olhos, aquele homem não tinha nenhuma perspectiva de futuro, mas D"us o honrou e o transformou no grande libertador do povo de Israel.
A verdade é que nem mesmo Moisés se achava capaz de realizar as obras de D"us, pois era tímido e tinha uma visão distorcida de si mesmo. Porém, D"us sempre vê o que há de melhor em nós e a história de Moisés nos mostra a grande diferença entre o homem e o Senhor. Nós vemos a fraqueza, D"us vê o nosso potencial. Ele chama os rejeitados, os tímidos, os esquecidos e os torna valentes e vencedores.
A visão humana costuma valorizar os dons, a beleza exterior, o nível social, a formação familiar, a cultura, a capacidade intelectual e tantos outros atributos, mas, para D"us, essas coisas não são importantes. Enquanto nos preocupamos com os "rótulos", o Senhor prefere enxergar o "conteúdo".
Enquanto os olhares humanos te julgam por aquilo que você aparenta ser no momento, D"us olha para você sabendo quem você será amanhã. É muito bom saber disso! Eliav apesar do seu porte físico e boa aparência, foi rejeitado por D"us. A Torá  conta que os três filhos mais velhos de Ishai  (Eliav, Avinadav e Shamá) tinham seguido Saul durante a guerra, mas, assim como todos os outros homens do exército de Israel, fugiram ao serem desafiados por Golias. Será então, que algum destes deveria ser ungido rei do povo de D"us? de modo algum!
Quem diria que o jovem e esquecido pastor de ovelhas David venceria o gigante e seria escolhido rei? Que o tímido Moisés se tornaria o grande libertador de Israel das mãos de Faraó? E o que podemos dizer das nossas vidas? Por que D"us não poderia nos usar também? Refletindo na forma como D"us vê, quero te dizer:
Jamais duvide do que D"us pode fazer por você. Acredite que a obra que D"us está fazendo em sua vida surpreenderá muita gente. Entenda que D"us escolhe pessoas pequenas para torná-las grandes em Suas mãos. Ele pode te escolher exatamente por você não ser nada aos olhos dos homens. O Senhor pode te escolher porque ninguém jamais te escolheria!
D"us vos abençoe

Um comentário:

  1. Hashem nos conhece e nos sonda. Para o homem comum, vencer seu ego é seu maior desafio. Belíssima Derasha.

    ResponderExcluir